Direto do Forno · Música

Spotlights – Mountains Are Forever (Vídeo)

Em abril deste ano, o Spotlights lançou o excelente Love & Decay, seu mais recente disco de estúdio, pela Ipecac Recordings.

Há duas semanas, o trio lançou um videoclipe para uma das canções do álbum, “Moutains Are Forever”.

Com cores relativamente gélidas, o vídeo capta alguns movimentos aleatórios entre paisagens naturais e figuras esfumaçadas, dando um tom sombrio ao trabalho.

Escrevi aqui minhas impressões sobre Love & Decay.

Direto do Forno · Música

O Novo do Spotlights: Love & Decay

Junte a arte visual com o som da banda e a sensação é de navegar entre uma chuva de meteoros em pleno espaço sideral. Assim é Love & Decay, novo trabalho do Spotlights que chegou à Terra em 26 de abril desse ano pela Ipecac Recordings, gravadora do Mr. Mike Patton.

Mesmo que seja possível perceber as mais diversas influências no disco, como o shoegaze, o post-rock, o space rock, o stoner metal e até o doom metal, a predominância característica e que fica marcada é o peso. Em resumo, é um disco muito pesado, e devido às variedades que o compõem, torna-se, também, um trabalho emotivo.

Boa parte das canções tem a mesma proposta, iniciando com muita força e, em seguida, deixando a experimentação tomar conta, transformando a carga cheia em um espaço de flutuação.

“Far From Falling”, com mais de sete minutos, engata uma viagem espacial a partir de sua metade, com riffs repetitivos, guitarras solando ao fundo e a bateria constante que parece explodir a qualquer momento. E explode, quando a distorção engrandece e eleva ainda mais o estado psicodélico-espacial da canção.

Outros pontos altos do disco são os dois singles lançados anteriormente, “The Particle Noise” e “The Age of Decay”, que mesclam momentos sutis e hipnóticos com agressividade.  “Xerox”, a mais curta do álbum e cujo videoclipe você confere abaixo, destoa um pouco das demais, pois mantém a intensidade do começo ao fim. “The Beauty of Forgetting”, com quase onze minutos, finaliza com maestria e causa certa perplexidade, daquelas em que a pessoa fica estática, olhando para o nada, absorvendo tudo o que ouviu.

As edições em CD e vinil ainda contam com uma faixa extra, chamada “Sleepwalker”.

Tendo em vista tamanha riqueza de influências e detalhes de Love & Decay, saber que tudo isso é feito por um power trio catapulta ainda mais seu brilhantismo. Nada é feito com preenchimentos chatos ou megalomaníacos. A mistura entre o peso e a emoção podem atingir até ouvintes não-habituados com o estilo, apesar de que, à primeira audição, pode causar estranhamento.

Para fãs desse tipo de som, como eu, é um prato cheio.

1. Continue The Capsize
2. The Particle Noise
3. Far From Falling
4. Until The Bleeding Stops
5. Xerox
6. The Age of Decay
7. Mountains Are Forever
8. The Beauty of Forgetting

Direto do Forno · Música

Nebula – Witching Hour (Single)

Um dos maiores nomes do rock do deserto está de volta com um novo trabalho em 2019. Estou falando do Nebula.

Com o apoio da Heavy Psych Sounds Records, a banda prepara o sucessor de Heavy Psych, seu último disco lançado (na verdade, um EP), há uma década. Falei no início do ano sobre Demos & Outtakes 98-02, mas como o próprio título diz, é um compilado de gravações e sobras de estúdio (leia aqui).

O futuro álbum, tão aguardado pelo fãs do estilo, será chamado de Holy Shit, com data marcada para sete de junho de 2019. Ouça abaixo “Witching Hour”, primeira canção liberada para audição e tenha um gostinho do que está por vir.

Peso e distorção não faltarão.

Direto do Forno · Música

Dub Trio – World Of Inconvenience (feat. King Buzzo)

Joga no liquidificador a salada sonora que o Dub Trio faz e adiciona um ingrediente de peso (literalmente): King Buzzo, do Melvins. O resultado é “World of Inconvenience”, single do próximo disco do trio dub-eletro-punk-metal que se chamará The Shape of Dub, com lançamento marcado para 26 de abril deste ano.

Na maior parte do tempo, a canção caminha pela sonoridade do Melvins, com riffs de guitarra e baixo poderosos e a bateria arrasando ao fundo. Em certos momentos, surge uma quebra no ritmo para uma ambientação mais soturna e atmosférica, e é aí que percebe-se as características do trio.

Levando em consideração que a maior parte do trabalho do Dub Trio é instrumental, a participação de King Buzzo tende a ser a melhor parte desse misterioso novo álbum.

Direto do Forno · Música

The Well – Raven (Single)

Vem de Austin, capital texana e uma das maiores cidades dos states, o The Well, power trio de peso e que está prestes a tirar do forno mais um disco de estúdio.

“Death and Consolation” é o título do trabalho e a distribuição fica encarregada pela RidingEasy Records, selo especializado em música pesada, nas mais distintas vertentes do rock’n’roll. Para adiantar, o single “Raven”, segunda faixa do disco, foi disponibilizado para audição.

Se por um lado os riffs remetem ao stoner metal, a ambientação sonora do grupo lembra o Black Rebel Motorcycle Club, como um complemento onde voz e guitarra parecem ecoar em um psicodélico espectro noturno.

O trabalho chega por completo em 26 de abril desse ano.

Direto do Forno · Música

O “novo” do Nebula: Demos & Outtakes 98​-​02

A apóstrofe no título tem um motivo: o lançamento é de hoje, cravado em 25/01, mas o material que ele traz não é tão novo assim. São sobras de estúdio e demos que nunca haviam sido lançadas anteriormente pelo Nebula, figura fundamental para o rock do deserto.

“Demos & Outtakes 98-02” é composto por dez canções, sendo cinco inéditas. Uma delas é “Whalefinger”, a primeira canção escrita pelo guitarrista da banda, Eddie Glass, quando ele ainda participava de outro conjunto. À exceção de “To The Center”, faixa com forte influência psicodélica dos anos sessenta/setenta, a maior parte do tracklist é composto de canções rápidas e pesadas, com muito fuzz e distorção.

Algumas já conhecidas, como “Smokin’ Woman” e “Sun Creature” (ambas do EP “Sun Creature”, de 1998), vêm em versão demo, com uma roupagem mais crua e pesada, sendo um deleite para quem gosta de ouvir uma banda em seu estado mais natural possível. “Nervous Breakdown”, cover do Black Flag e que encerra o disco em uma versão ao vivo, é interessante por mostrar algumas das referências que contribuem para a sonoridade da banda.

Esse compilado é ideal não somente para os fãs do conjunto, mas também uma porta de entrada interessante para quem o deseja conhecer melhor. Agradeço a Heavy Psych Sounds Records por esse resgate.

1. Stagnant Pool
2. Whalefinger
3. Humbucker
4. Smokin’ Woman
5. Sun Creature
6. You Got It
7. To The Center 
8. Synthetic Dream
9. How Does It Feel To Feel
10. Nervous Breakdown (Black Flag Cover Ao Vivo)

Direto do Forno · Música

O novo do John Garcia: John Garcia and the Band of Gold

Em ordem cronológica, é seu terceiro álbum solo, mas se levarmos em conta a nova banda que o acompanha, “John Garcia and the Band of Gold” é o primeiro disco do deus-mor do rock do deserto com esse grupo. E o seu melhor trabalho desde que se desprendeu do Kyuss.

Ao todo, são onze petardos sonoros que não aliviam em nenhum momento. Quer entender melhor? Pegue os três singles disponibilizados anteriormente (“Chicken Delight“, “Jim’s Whiskers” e “My Everything“) e quadruplique-os. O disco inteiro é recheado de riffs pesados e sujos, com muito fuzz e blues, um baixo marcante e igualmente forte, acrescentados à uma bateria pungente que parece causar uma avalanche de rochas sobre o ouvinte.

Mas o fio-condutor que mantém o álbum bem nivelado do início ao fim é o vocalista e dono do projeto. O tempo fez bem à sua voz e Garcia parece mais vivo do que nunca, enérgico nos versos e agressivo nas horas certas. E é justamente esse equilíbrio entre voz e instrumentos que tornam “John Garcia and the Band of Gold” um trabalho uniforme, mantendo a intensidade desde o início instrumental com “Space Vato” até o desfecho (não se engane pelo nome) com “Softer Side”.

Se o stoner rock/metal tem, ao meu ver, uma das atividades mais produtivas da música underground, ouvir um novo disco daquele que é considerado uma lenda viva do estilo é um incentivo e tanto.


1. Space Vato
2. Jim’s Whiskers
3. Chicken Delight
4. Kentucky II
5. My Everything
6. Lillianna
7. Popcorn (Hit Me When You Can)
8. Apache Junction
9. Don’t Even Think About It
10. Cheyletiella
11. Softer Side

Direto do Forno · Música

John Garcia And The Band Of Gold – My Everything (Single)

Os primeiros segundos de “My Everything” acusam: é o single mais pesado do debut do John Garcia And The Band Of Gold até então.

A canção mal começa e o ouvinte é atingido por um petardo de riffs graves e uma bateria insana que se movimentam junto à voz grandiosa de Garcia. Com o lançamento do disco cada vez mais perto, talvez esse seja seu último “pedaço” a ser disponibilizado de forma antecipada.

Ao todo, a tracklist é formada por 11 músicas. Os três singles já liberados são de alto nível, algo que deixa o ouvinte (este que vos escreve) cada vez mais animado para ouvir o trabalho por completo. Ouça aqui e aqui os singles anteriores, e abaixo o mais recente, “My Everything”.

Direto do Forno · Música

Stoned Jesus – Occult (Single)

Uma pancada de dez minutos foi a escolhida como single de “First Communion”, novo EP do Stoned Jesus que será lançado poucos meses após “Pilgrims”, o LP mais recente do grupo.

O sludge metal e o stoner são as fontes de onde o trio ucraniano tirou “Occult”, a primeira das quatro faixas que farão parte do novo trabalho. Alternando entre momentos lentos e densos com uma breve e pesada agilidade, é como se o Stoned Jesus tivesse lapidado uma faixa do Melvins e tornado-a ainda mais barulhenta.

Uma produção de primeira que adianta mais um petardo sonoro que sairá pela Napalm Records, no comecinho do próximo ano: 4 de janeiro.

Direto do Forno · Música

John Garcia And The Band Of Gold – Jim’s Whiskers (Single)

“Jim’s Whiskers” é o mais recente single lançado por John Garcia e seu novo projeto, “The Band of Gold”. Cada vez mais perto da chegada do debut do grupo, presenciamos mais uma vez um punhado de riffs pesados acompanhando os rugidos únicos daquele que é considerado a grande voz do stoner rock.

Um videoclipe muito bem produzido também foi lançado na página da Napalm Records, selo por onde o disco será lançado, no Youtube. Na história, um rapaz atravessa de skate toda uma cidade, com um par de tênis em volta do pescoço. Quando chega no seu destino, o ritmo da música aumenta e acelera ainda mais a tensão do espectador, afinal, é inesperado o que acontece em sequência. Muito emocionante.

A nova banda de Garcia aparenta estar em pleno entrosamento e sua voz continua com a todo vapor.

Confira aqui o primeiro single disponibilizado para audição, bem como informações sobre o disco.