Direto do Forno · Música

Bruce Springsteen – There Goes My Miracle (Single)

Sentir-se tocado por uma obra artística é uma atividade individual, ou seja, cada pessoa capta as sensações à sua percepção. Os caminhos também são infinitos: seja pela escolha das palavras, a métrica, a voz emocionada ou o visual, apenas para exemplificar.

O que torna “There Goes My Miracle” tão potente é a junção de várias percepções que transformam a canção quase como um hino. Sim, é perigoso afirmar isso antes do disco ser lançado e tratando-se do Bruce Springsteen, cuja trajetória é recheada de canções grandiosas, mas pelos dois aperitivos disponibilizados até então, Western Stars o apresenta em plena forma e ainda capaz de emocionar. Isso é o mais importante.

Individual, lembra?

Se “Hello Sunshine” é para um aconchego, “There Goes My Miracle” vem para refletir. Onde está o seu milagre? O que você anda fazendo com sua vida?

Direto do Forno · Música

Bloodshot Bill – Take Me For a Ride (Single)

Após anos integrando o catálogo da Norton Records, Bloodshot Bill mudou de ares. Agora ele faz parte da Goner Records, e é por lá que “Come Get Your Love Right Now”, seu disco mais recente, sairá do forno em 15 de fevereiro, com o melhor do rockabilly e do surf rock.

Para o novo trabalho, ele soltou um único single até agora, “Take Me For a Ride”, um rock’n’roll de garagem seco e certeiro, com pouco mais de dois minutos de pura animação.

Se você não o conhece, veja essa apresentação do artista canadense na KEXP há pouco mais de um ano, e cuidado para não viciar.

Direto do Forno · Música

Cosmic Cave – Ex Hex (Single)

Três mulheres. Guitarra, baixo e bateria. É assim, simples e certeiro, que a Ex Hex mantém suas atividades, agora com um novo disco chegando em março de 2019 pela Merge Records, quase cinco anos após “Rips” (2014).

“It’s Real” é o título do trabalho, e contará com dez canções. A escolhida como primeiro single, “Cosmic Cave”, é dançante, animada e imparável. São três minutos cravados do mais puro rock’n’roll de garagem.

O nome do disco deve ser uma brincadeira com o ouvinte: sim, é real o que você está ouvindo. Difícil mesmo é sair do transe causado por essa primeira e ótima fatia do álbum. Só lamento pela capa: poderia ter sido melhor. Bem melhor.

Direto do Forno · Música

O novo do Reverend Horton Heat: Whole New Life

Com formação nova e uma visão de mundo mais otimista (palavras do líder da banda à Billboard), “Whole New Life” chega ao mundo para aqueles que curtem um rock’n’roll descompromissado e ideal para se mexer. É difícil acompanhar o disco e não balançar o corpo por alguns segundos, no mínimo. São 11 faixas inéditas que bebem diretamente do rockabilly e do blues, com um pouco de punk rock.

A adição de um pianista trouxe certo dinamismo ao conjunto, tornando o disco mais versátil e menos enjoativo. A alternância de guitarras e piano tomando a frente de algumas canções mostram o quão criativo foi a produção do trabalho.

Um único momento de “Whole New Life” chama a atenção pelo teor mais emocional: “Don’t Let Go of Me”, digamos, poderia ser considerada a balada do disco. No mais, é uma enxurrada sonora sem tirar o pé do acelerador. Nesse tempo, os dois singles anteriores, “Hog Tyin’ Woman” e a faixa-título, e canções como “Wonky”, “Got It In My Pocket” e “Sunrise Through The Power Lines” fazem valer a audição da obra.

 

1. Whole New Life
2. Hog Tyin’ Woman
3. Hate To See You Cry
4. Got It In My Pocket
5. Don’t Let Go Of Me
6. Ride Before The Fall
7. Tchoupitoulas Street
8. Sunrise Through The Power Lines
9. Wonky
10. Perfect
11. Viva Las Vegas