Garimpo · Música

IGOR (Ou A Julgar Pela Capa)

É fim de ano e os veículos musicais ficam afoitos para soltarem suas listas de “melhores do ano”, listas essa que, sabemos, são recheadas de jabá, camaradagem e que pouca coisa realmente difere uma da outra. Mesmo assim, dá pra pincelar aqui e ali um disco que passou batido durante o ano e colocar a audição em dia.

O Floga-se faz anualmente o serviço de compilar essas listas em uma única página, facilitando a vida do leitor. Estava eu dando uma olhada e nada chamou minha atenção, até eu me deparar com essa capa:

tyler-the-creator-igor

Nunca me interessei por uma música sequer do Tyler, The Creator, mas essa capa me pegou em cheio. Monocromática, ambígua e melancólica. IGOR é o nome do disco, e foi escolhido por um site como o melhor do ano. Dei uma chance e a experiência foi… Diferente.

Havia um tempo que não ouvia um disco de rap. Ouvi Blonde, do Frank Ocean, na época de seu lançamento (2016) com o hype altíssimo, e quebrei a cara pela alternância de bons e maus momentos. Mas com IGOR foi diferente, a produção é ótima e o álbum não possui excessos. São doze faixas que, à pedido do próprio artista, devem ser ouvidas em sequência, para que funcionem como uma única e longa história de um personagem afogado em uma paixão doentia, cheia de mágoas, raiva, desespero e que ao final, busca por alento.

É um prato quente para quem gosta de versos pesados, precisos e batidas e samples bem construídos. Certamente irei atrás de mais material desse rapaz.

Direto do Forno · Música

1492 Conquest of Paradise – K.A.A.N.

Se eu estivesse ouvindo o novo single do K.A.A.N. sem saber que era ele, confundiria-o facilmente com Kendrick Lamar. Repleto de rimas rápidas e batidas pesadas, o rapper norte-americano nos dá um aperitivo de seu novo trabalho com o single “1492 Conquest of Paradise”.

Seu novo disco será intitulado “Subtle Meditation” e sairá pela Redefinition Records. Esse trabalho marca a terceira parceria entre selo e artista. Um bom nome para ficar de olho nessa safra do rap que sai, aos poucos, do subterrâneo.

Capa de “Subtle Meditation” retirada do Bandcamp do artista.