Direto do Forno · Música

Jair Naves – Deus Não Compactua (Single)

Após lançar “Veemente” em outubro do ano passado, Jair Naves solta mais um petardo, “Deus Não Compactua”, que entrará em seu terceiro disco solo, ainda sem nome.

Seu novo alvo são os falsos fiéis que tomaram conta do Brasil sil sil, liderados por políticos falastrões que usam o divino para justificar suas idiotices, mas que, de tão cegos, não visualizam a própria hipocrisia. O problema é que o veneno acaba se espalhando pela sociedade, atingindo não somente os seus votantes devotos, como também os opositores e até quem fica em cima do muro.

Assim, Jair segue assertivo em suas novas composições e reforça sua posição como um dos melhores artistas brasileiros da atualidade.

Infelizmente, o nosso país está tão confuso que até a fé, instrumento utilizado por muita gente como suporte para as dificuldades, está sendo manipulada para causar ainda mais confusão.

Direto do Forno · Música

Peter Perrett – I Want Your Dreams (Sigle)

Peter Perrett é uma importante figura musica inglesa, destacando-se na banda The Only Ones, na qual foi fundador e participou de forma ativa durante a cena punk/new wave.

Em carreira solo, lançou um bem recebido disco em 2017, How The West Was Won, e agora prepara um sucessor para seu primogênito. Para adiantar um pouco desse novo, trabalho, conheça “I Want Your Dreams”, primeiro single disponível para o público.

A canção, que começa lenta e sensual, lembra a PJ Harvey em seus primórdios, com um crescendo empolgante a partir de sua metade. Os toques eletrônicos e a presença de uma segunda voz feminina ao fundo dão um charme a mais.

O disco se chamará Humanworld, com data de lançamento marcada para 7 de julho deste ano, via Domino.

Direto do Forno · Música

Hank Wood and the Hammerheads – HEADS (Single)

Ali no título está single, mas como a própria banda o denomina, “HEADS” é um “2-Song Cassingle“, ou seja, um trabalho de duas canções que terá seu formato físico em fita cassete, resgatando o modo que ouvia-se música algumas décadas atrás.

“You Could Have It” e “I’d Rather Be With Me” são as músicas que compõem esse pequeno projeto, mas que causam um belo estrago (no bom sentido) ao ouvinte. Se juntá-las, são quase cinco minutos de porrada sonora influenciada pelo punk rock e pelo rock de garagem meio The Stooges, com guitarras cortantes e velozes e um vocal bem raivoso.

Seu lançamento foi no início do ano, em 4 de janeiro. Apenas enquanto escrevo esse texto, “HEADS” está sendo repetido pela quarta vez.

Direto do Forno · Música

O novo do Reverend Horton Heat: Whole New Life

Com formação nova e uma visão de mundo mais otimista (palavras do líder da banda à Billboard), “Whole New Life” chega ao mundo para aqueles que curtem um rock’n’roll descompromissado e ideal para se mexer. É difícil acompanhar o disco e não balançar o corpo por alguns segundos, no mínimo. São 11 faixas inéditas que bebem diretamente do rockabilly e do blues, com um pouco de punk rock.

A adição de um pianista trouxe certo dinamismo ao conjunto, tornando o disco mais versátil e menos enjoativo. A alternância de guitarras e piano tomando a frente de algumas canções mostram o quão criativo foi a produção do trabalho.

Um único momento de “Whole New Life” chama a atenção pelo teor mais emocional: “Don’t Let Go of Me”, digamos, poderia ser considerada a balada do disco. No mais, é uma enxurrada sonora sem tirar o pé do acelerador. Nesse tempo, os dois singles anteriores, “Hog Tyin’ Woman” e a faixa-título, e canções como “Wonky”, “Got It In My Pocket” e “Sunrise Through The Power Lines” fazem valer a audição da obra.

 

1. Whole New Life
2. Hog Tyin’ Woman
3. Hate To See You Cry
4. Got It In My Pocket
5. Don’t Let Go Of Me
6. Ride Before The Fall
7. Tchoupitoulas Street
8. Sunrise Through The Power Lines
9. Wonky
10. Perfect
11. Viva Las Vegas

Direto do Forno · Música

O novo do Joe Strummer: Joe Strummer 001

Dezesseis anos se passaram entre a morte de Joe Strummer e o lançamento de “Joe Strummer 001”, um compilado de 32 canções que resgatam o trabalho do artista, passando por todos os períodos de sua carreira. Após seu falecimento, foram encontrados vários manuscritos e fitas com gravações caseiras, e é desse material que surgiu essa coleção.

Aqui tem de tudo: rockabilly, reggae, new wave, folk, dub, canções acústicas, rock ‘n’ roll, enfim, é um prato cheio para os fãs do cara e também uma boa porta de entrada para quem está afim de conhecê-lo melhor.

O mais incrível é notar que quase nada do que é lançado atualmente chega no nível do trabalho de um artista cuja morte completa quase duas décadas.