Garimpo · Música

Garimpo #07 – Guided By Voices

“Bela Sky, não se preocupe,
Já há quem ocupe o meu coração.
Mas prometo que guardarei
Um dos meus cacos para lhe abrigar.

Me desculpe pelo meu jeito,
Mas sou bom sujeito, sou sangue e fervor.
Camuflo minha mocidade, e em minha liberdade
Não tenho pudor.

Faça de mim seu castigo
Não ouça o que eu digo, mas faça um favor:
Me abrigue em sua morada,
Fique calada e me encha de amor.

*Mais um poema experimental baseado na melodia de uma canção. Dessa vez, “Mincer Ray” do Guided By Voices foi a escolhida. Uma das minhas maiores referências artísticas. Por favor, leita no ritmo da canção.

 

Garimpo · Música

Garimpo #06

Tenho vagado por aí
Por tantas estradas e desfiladeiros
Com os mesmos tênis novos
Que ganhei naquele aniversário
Em que tínhamos tudo para dar errado
E foi o que aconteceu.
Eu era uma tempestade
E você, uma garoa.
Eu era a via láctea
E você, só um cometa.
Eu era todas as músicas
E você, o silêncio.

*Poema experimental que criei com base na melodia de “Jackass”, do Beck. Leia no ritmo da mesma.

Uncategorized

Naufrágio

Meu é o coração que tu seguras
Mas que deixas escapar entre os dedos calejados.
Se Jesus morresse bem na minha frente,
Eu poderia dizer que estava sem tempo?
Toque em meus ossos  para que eu me sinta vivo
Ou, enfim, já me conforme com o esquecimento.

Com as portas abertas e os destinos cruzados
Vivemos o mesmo sonho naufragado;
Atirados ao mar do desespero
Sem saber onde está a superfície,
Sem saber nadar,
Sem saber de nada.