Direto do Forno · Música

Pin Ups – Mexican Tale (Single)

“Mexican Tale” é o segundo single do aguardado novo disco da Pin Ups, Long Time No See, preparado para sair do forno em poucos dias.

A canção é curta, rápida e divertida, assim como o single anterior e boa parte da discografia da banda. E ainda tiram onda com o presidente dos states.

Vem coisa boa por aí.

Direto do Forno · Música

Pin Ups – Spinning (Single)

Esse texto vai soar muito puxa-saco, porque eu gosto demais dessa banda há anos e jamais pensei que diria isso algum dia: a Pin Ups está de volta e lançará um novo disco!

Em um breve contexto histórico, o grupo foi um dos mais importantes do underground nacional nos anos noventa, época em que a música subterrânea brasileira fabricou inúmeras bandas barulhentas, criativas e de alto nível. Na internet, é possível encontrar reportagens e entrevistas de personagens que viveram a época e aconselho o leitor a procurar para entender melhor.

Time Will Burn, o primeiro álbum da Pin Ups e lançado em 1990, é um dos maiores clássicos da época e costumo apelidá-lo de “Loveless brasileiro”, mesmo lançado um ano antes do mítico disco do My Bloody Valentine.

O último trabalho da banda, Bruce Lee, saiu em 1999 e parou por aí. Com alguns esporádicos retornos, o conjunto voltou à ativa e prepara Long Time No See, o novo disco que chegará no próximo mês, dia 14, pelo midsummer madness e Fleeting Media.

Ouça abaixo “Spinning”, o primeiro aperitivo desse retorno que comemoro com entusiasmo.

Garimpo · Música

Garimpo: “Kool Thing”

Vai além do meu entendimento a classificação do “cool” como característica de algo ou alguém. Seja um artista, uma pessoa comum, uma pintura, um disco, entre outros. Não há um dicionário que explique ou um modelo definitivo que traduza visualmente o que é ser “cool”, mas todos sabemos que esses “descolados” existem. Consigo detectar automaticamente (ao meu ponto de vista, óbvio) quando avisto um deles.

Nesse clipe da banda brasileira Pin Ups, por exemplo, além do visual preto e branco, a expressão blasé do vocalista nos primeiros segundos do vídeo acompanhada pelos riffs iniciais de guitarra dão o tom “cool” que tanto me atrai.