Garimpo · Música

Garimpo #05

Mantendo a linha das canções pesadas emocionalmente, não tinha como não falar sobre Chris Cornell. Ídolo máximo, morto após perder uma batalha contra si mesmo. Em “Sweet Euphoria”, somente sua voz e um violão, ambos carregados de sentimentos e lamentos em uma das mais belas poesias de sua carreira. Será que os anjos cansados que ele procura salvaram o seu amor? Não sei, foi só um pensamento rápido que me veio à mente. Não se assuste. É que depois de sua morte, todas suas músicas começaram a fazer ainda mais sentido.