Direto do Forno · Música

O novo do The Smashing Pumpkins: Shiny and Oh So Bright Vol. 1 / LP: No Past. No Future. No Sun.

Ouvi o novo disco dos Pumpkins sem pretensão alguma, e essa ausência de expectativa tornou a audição mais leve e permitiu-me concluir: “Shiny and Oh So Bright Vol. 1 / LP: No Past. No Future. No Sun.” é um disco muito bom.

Os dois singles, “Silvery Sometimes (Ghosts)” e “Solara”, são os principais fragmentos do velho Smashing Pumpkins. O primeiro, já na transição que começou no “Adore” (1998), e o segundo ainda na velha fórmula mais raivosa e pesada que ouvimos no “Mellon Collie…” (1995). Teclados são os fios condutores de canções como “Knights of Malta”, “Travels” e “Alienation”, influências claras dos anos oitenta.

“Oceania” (2012) e “Monuments to an Elegy” (2014) foram bons discos, mas irregulares. “Shiny and Oh So Bright…” parece mais maduro, com um caminho a ser direcionado. E não, não creio que as entradas de James Iha e Jimmy Chamberlin sejam responsáveis por isso. A presença deles acrescenta muita qualidade para o trabalho, mas penso que o próprio Corgan é quem está mais decidido sobre os rumos que o grupo tomará daqui em diante.

Li um artigo no Monkeybuzz questionando se a banda ainda é relevante para a música. Faz sentido pensar que não, com toda a mudança no cenário musical, principalmente se for levado em conta o auge do grupo, na longínqua década de 90 com a atualidade, em meio a hiatos, novas formações, tensões entre ex-membros e mudanças na sonoridade. O “consumidor” (que palavra feia) de música mudou, o jeito de ouvi-la também. Billy Corgan parece ter entendido isso nesse novo disco. Pelo jeito, somente as viúvas/viúvos do “Siamese Dream” ainda não. Só lamento por eles.

1. Knights Of Malta
2. Silvery Sometimes (Ghosts)
3. Travels
4. Solara
5. Alienation
6. Marchin’ On
7. With Sympathy
8. Seek And You Shall Destroy

Direto do Forno · Música

The Smashing Pumpkins – Untitled (Vídeo)

O primeiro CD dos Smashing Pumpkins que comprei foi o “Rotten Apples”, de 2001, que nada mais é do que um greatest hits que engloba todas as fases da banda até então.

“Untitled” é a única faixa inédita desse lançamento e foi a última gravada pela banda até o seu primeiro fim, lá no início dos anos 2000. Agora, quase duas décadas depois, a banda (já reformulada) libera um videoclipe para a canção, um epitáfio da fase áurea de Billy Corgan e companhia.

O vídeo nada mais é do que trechos e cortes da banda se apresentando ao vivo, bastidores de viagens e Billy gravando os vocais da faixa. O que pode ser um deleite para os fãs mais antigos são as imagens da antiga baixista, D’arcy Wretzky, que nunca mais retornou à banda.

A poucos dias do lançamento do novo disco, fica a aposta na nostalgia para atrair seus fãs.

Direto do Forno · Música

The Smashing Pumpkins – Silvery Sometimes (Ghosts) (Vídeo)

Eu já havia falado sobre o lançamento de “Silvery Sometimes (Ghosts)” quando foi lançada, e agora chega o seu videoclipe oficial.

Achei o começo bem chatinho: um apresentador de algo que parece ser um reality show introduz a banda e o seu desafio: ser trancada em uma casa mal-assombrada.

Quando a música enfim começa, depois de dois minutos de falatório, vemos os integrantes da banda interagindo com assombrações e coisas do tipo dentro da casa.

Meio bobinho, mas bem produzido.

Direto do Forno · Música

Do Forno: The Smashing Pumpkins – Solara

“Solara”, o novo single do Smashing Pumpkins e que reúne, após quase duas décadas, parte da formação clássica da banda, ganhou um videoclipe nesta última quinta-feira, 28 de junho.

O retorno do guitarrista James Iha e do DEUS da bateria Jimmy Chamberlin fizeram bem à Billy Corgan, já que “Solara” é uma das melhores músicas lançadas pela banda nos últimos anos.

A nova turnê da banda está marcada para iniciar dia 12 do próximo mês. Bem que eles poderiam aproveitar esse tempo juntos para gravarem um novo disco, não?

Confira abaixo o estranho vídeo de “Solara”.