Quarta Parede

Trecho de “Close-Up”, do Abbas Kiarostami

Trecho do julgamento do Hossain Sabzian:

“Cada vez que me sinto triste na prisão, penso no verso do Corão que diz: diga o nome de Alá e o teu coração será confortado. Mas não sinto conforto nenhum. Sempre que estou deprimido ou transtornado, sinto o desejo de gritar ao mundo a angústia da minha alma, os tormentos que passei, todas as minhas tristezas, mas ninguém as quer ouvir. Eis que chega um homem que retrata todo o meu sofrimento nos seus filmes e posso vê-los mais de uma vez. Eles mostram o rosto maligno daqueles que brincam com a vida dos outros, o rico que não presta atenção às necessidades materiais básicas do pobre. Foi por isso que me senti compelido a procurar consolo naquele roteiro. Li-o, e ele traz calma ao meu coração. Diz as coisas que desejei ter expressado.”

Close-Up, Abbas Kiarostami, 1990.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s