Direto do Forno · Música

Bruno Bavota – Saette (Trilha Sonora do filme L’Abbraccio)

Escrevi sobre o compositor italiano Bruno Bavota há algumas semanas, indicando seu recente Apartment Loops como uma dica de música ambient, estilo de som que tenho ouvido bastante.

A peça de hoje é diferente, mais voltada para a música clássica. “Saette” é uma emocionante canção criada para fazer parte da trilha sonora do documentário L’Abbraccio, que conta a história do assassinato do juiz Antonino Saetta e seu filho, Stefano, pela Cosa Nostra, máfia que atua na região da Sicília.

Segundo o release oficial, pai e filho foram encontrados mortos em um carro e ainda com os braços agarrados um ao outro, como um gesto de amor fraterno entre ambos. Esse detalhe foi a inspiração de Bavota para a criação de “Saette”.

O selo responsável pelo lançamento e distribuição da música é o Temporary Residence Ltd.

Garimpo · Música

Garimpo: Nine

Para comemorar o seu aniversário de nove anos, o selo britânico Insight Music lançou uma coletânea interessante: nove singles inéditos, reunindo os artistas mais influentes de seu catálogo.

Como o selo é focado em música eletrônica e suas vertentes, prepare-se para entrar em uma viagem sonora de muita paz e tranquilidade. E o melhor de tudo é a opção de pague quanto puder, o que torna acessível uma obra de tamanha qualidade.

Para os fãs ou curiosos de downtempo, chillout, música ambiente, trip hop e até um pouco de lo-fi hip hop, essa coletânea é uma joia rara.

Direto do Forno · Música

The Silence – Tsumi To Warai (Single)

Rock psicodélico direto do Japão, com pitadas de sax e flautas ao fundo. Esse é o The Silence, conjunto da Drag City Records que lança em novembro seu quinto disco pelo selo.

O primeiro single, “Tsumi To Warai”, me pegou desprevenido. O instrumental lembrou um pouco o hard rock dos anos setenta, e o vocalista tem uma voz rouca daquelas que fica difícil não admirar.

Pelo pouco que conheço da Drag City, o The Silence foge do padrão, e isso é ótimo.

Direto do Forno · Música

Azymuth – As Curvas da Estrada de Santos/Zé e Paraná (Demos)

Parece não ter fim o baú de relíquias do Azymuth, e após o belo compilado Demos (1973​-​75) Volumes 1&2 lançado ano passado pela Far Out Recordings, o selo foi atrás de mais material caseiro do conjunto carioca.

O resultado dessa nova busca é o compacto As Curvas da Estrada de Santos/Zé e Paraná, sendo a primeira uma versão instrumental de uma canção da Jovem Guarda, enquanto a segunda é um samba-jazz hipnótico com um baixo que rouba a cena em seus minutos finais.

Agora, curioso mesmo é ver mais comentários de gringos do que brasileiros nos dois vídeos abaixo. Como custamos a dar o devido valor aos nossos artistas, hein?

Direto do Forno · Música

+2 do Jeff Tweedy

Pode ser apenas o cérebro cansado ou até mesmo a vontade de ouvir algo parecido novamente, mas as duas músicas novas do Jeff Tweedy me lembraram o Yankee Hotel Foxtrot (2002) em certos momentos, principalmente “Love Is The King”. Essa também leva o nome do disco, que será lançado daqui a exato um mês.

O segundo single é “Guess Again”, mais pop, mais folk, mais country, mais Wilco em início de carreira, mas também ótima, como é o padrão dos trabalhos de Tweedy.

Me agrada muito esse Jeff Tweedy workaholic, sempre lançando suas músicas, seja com o Wilco, em carreira solo ou nos vários projetos paralelos. É daqueles artistas que precisamos exaltar ainda em vida, pois o mesmo merece todos esses créditos.

Garimpo · Música

Garimpo: Ioanna Gika – Out of Focus (Black Taffy Remix)

Ioanna Gika possui uma trajetória ainda curta no mundo da música, mas já colhe alguns frutos importantes. Com um disco lançado em 2019 chamado Thalassa e uma variedade de singles, seu pacote de canções ganhou mais um componente.

Trata-se de um remix da música “Out of Focus” feito por Black Taffy, um cara que vem se destacando na música eletrônica/trip hop nos últimos anos.

A original é de um aspecto melancólico e obscuro, e a repaginada de Taffy a deixou ainda mais soturna.

Direto do Forno · Música

Tombstones In Their Eyes – Sleep Forever (Demo)

Acho válido quando artistas soltam versões demo de suas canções para o público, pois mostra um pouco de seus processos criativos e estados de vulnerabilidade que, em algumas ocasiões, a polidez de um disco de estúdio não deixa às mostras.

O grupo Tombstones In Their Eyes está preparando um material nesse formato, intitulado Demos Vol.1, contendo doze canções do catálogo da banda antes de serem trabalhadas de forma “profissional”.

“Sleep Forever” é o primeiro aperitivo desse trabalho, e recomendo para quem gosta de um bom shoegaze. Confira abaixo as versões demo e a de estúdio.

Direto do Forno · Música

Faten Kanaan – The North Wind (Single)

Como é bom ser guiado por uma tag no Bandcamp e a música ser exatamente aquilo que se buscava. Faten Kanaan é uma compositora estadunidense que mescla elementos eletrônicos com música clássica, ambient e outros derivados, criando um atmosférico através de melodias que se repetem e levam o ouvinte a um pleno estado de contemplação.

Seu single mais recente chama-se “The North Wind”, que além da faixa-título, também traz a canção “Night Tide/Anteros”, que é ainda mais interessante. Ambas a canções estarão no próximo disco da artista, A Mythology of Circles, que sai do forno da Fire Records em 13 de novembro.

Se eu soubesse da existência dessa mulher há algumas semanas atrás, certamente ela estaria na postagem abaixo de dicas ambient.

Agora é esperar a chegada do álbum e torcer para que seja brilhante por completo, assim como essas duas canções.

Música · Quarta Parede

Não Sou Nada

Calma, não é o poema do Fernando Pessoa.

Caindo Na Real, de 1994, é um dos meus filmes favoritos, muito mais pela nostalgia do que pela qualidade técnica, e é, ao lado de Singles – Vida de Solteiro, aquele que melhor representa a essência da Geração X. O vazio existencial, as dúvidas sobre qual carreira seguir, sobre o que ser no futuro, trabalhos, relacionamentos e mais um monte de responsabilidades que a vida adulta, em tese, exige, são os principais questionamentos dos personagens principais desse filme, que é a estreia de Ben Stiller na direção.

Tanto que a canção “I’m Nuthin'”, executada pelo ator Ethan Hawke em uma das cenas, relata justamente esse buraco a ser preenchido naqueles que estão na casa dos vinte e poucos anos. Sem falar que a trilha sonora do filme também tem “Turnip Farm”, um petardo do Dinosaur Jr. em que J. Mascis destrói na guitarra em solos que parecem ser impossíveis de se criar uma tablatura.

Mas minha cena favorita é o breve passeio entre Troy (Ethan Hawke) e Lelaine (Winona Ryder), regado a café, cigarros e uma boa conversa (como ele mesmo diz no famoso diálogo “This is all we need: a couple of smokes, a cup of coffee and a little bit of conversation. You and me and five bucks”), onde ambos divagam sobre o que serão deles dali a alguns anos. Posso estar errado, mas sei lá, parece que naquele tempos as coisas eram mais simples.