Direto do Forno · Música

1919 – Anxiety (Single)

Já falei isso sobre o stoner rock, mas posso afirmar o mesmo para o pós-punk: no sub-mundo do gênero, longe dos flashes e cliques da cultura pop, o estilo vai muito bem. Cada vez mais surgem bandas identificadas com a estética iniciada lá no final dos anos setenta, algumas trazem novidades, outras seguem a linha mais-do-mesmo, mas mantém viva a sonoridade claustrofóbica e agressiva.

O caso do 1919 é diferente, pois eles participaram daquilo que pode ser considerado o início de tal movimento, mas após anos de inatividade (a primeira fase foi de 80 à 85), depois o retorno em 2014 e agora a perda de um dos membros principais do grupo, eles continuam a contribuir com música de qualidade.

“Anxiety” é o primeiro single e faixa inicial de “FUTURECIDE”, disco novo do grupo que chega por completo em 12 de abril deste ano, pela Cleopatra Records. Nos bastidores, lamenta-se a morte de Mark Tighe, um dos fundadores do conjunto. Por outro lado (e à pedido do próprio Tighe), o 1919 superou a tragédia da forma mais certeira: fazendo música.

Longe de minha pessoa querer ser piegas, mas a impressão ao ouvir “Anxiety” é de estar sintonizado numa rádio em plena década de oitenta.

Direto do Forno · Música

The Well – Raven (Single)

Vem de Austin, capital texana e uma das maiores cidades dos states, o The Well, power trio de peso e que está prestes a tirar do forno mais um disco de estúdio.

“Death and Consolation” é o título do trabalho e a distribuição fica encarregada pela RidingEasy Records, selo especializado em música pesada, nas mais distintas vertentes do rock’n’roll. Para adiantar, o single “Raven”, segunda faixa do disco, foi disponibilizado para audição.

Se por um lado os riffs remetem ao stoner metal, a ambientação sonora do grupo lembra o Black Rebel Motorcycle Club, como um complemento onde voz e guitarra parecem ecoar em um psicodélico espectro noturno.

O trabalho chega por completo em 26 de abril desse ano.

Garimpo · Música

Garimpo: All Them Witches (Ao Vivo na KEXP – 01/02/2019)

Via KEXP, tradicional rádio norte-americana, fevereiro deu as caras em 2019 sob uma trilha sonora misteriosa e contagiante. O convidado na data foi o All Them Witches que, agora como um trio, apresentou algumas canções de “ATW”, disco mais recente do grupo, lançado no último ano.

Em plena forma e sem muita enrolação, a apresentação contou com quatro músicas somente, mas o suficiente para prender o ouvinte e deixá-lo atordoado. Um dos aspectos mais interessantes sobre o All Them Witches é misturar o rock’n’roll com texturas mais sombrias, passeando pelo garage rock, o blues e o stoner, mas sem prender-se totalmente a uma dessas vertentes.

Do tracklist, somente a faixa que encerra o programa, “Blood And Sand/Milk And Endless Waters”, não faz parte do disco “ATW”.

Sobre o trabalho mais recente da banda, escrevi sobre ele aqui.

Garimpo · Música

Garimpo: Joelho de Porco no Programa d’Os Trapalhões

Graças à internet, a memória da TV brasileira, palco de pérolas raríssimas, continua viva e acessível aos espectadores. E uma delas vem de 1978, quando a banda Joelho de Porco foi a convidada especial do programa d’Os Trapalhões.

É difícil acreditar, mas Renato Aragão, bem antes de ser o caricato apresentador do Criança Esperança, já foi um humorista muito engraçado. Lá nos longínquos anos setenta e oitenta, era um dos integrantes do conjunto Os Trapalhões, ao lado dos parceiros Dedé, Mussum e Zacarias. E juntos, eram imbatíveis no quesito comédia. Acompanhados dos loucos do Joelho de Porco então, a coisa ficou séria.

Apresentando uma das melhores canções do grupo, “O Rapé”, ao lado da banda formada pelos integrantes do programa, a “Focinho de Porco”, o que se vê em quase cinco minutos de vídeo é pura baderna, confusão e claro, palhaçadas.

Tem Billy Bond se esfregando em Didi (que claramente fica sem graça), o próprio Didi errando a dublagem do playback, as atuações forçadas, beirando o amadorismo, mas que, por serem tão espontâneas, tornam-se muito engraçadas, e o melhor: uma banda tão boa como o Joelho de Porco em horário nobre no canal mais popular do país.

Um registro desse jamais poderá ser perdido.

Direto do Forno · Música

O novo do Lenny Pistol: Pistil Boy EP

Melodias tímidas, agradáveis, baixa fidelidade no som e muita melancolia. Assim é a estreia de Lenny Pistol com seu “Pistil Boy EP”, que chega hoje, primeiro de fevereiro, pelo selo belga Luik Records.

São várias as influências. Do rap lo-fi na faixa-título e em “Ashamed”, à inclusão de algumas guitarras (dessas que os indies dos século XXI gostam tanto), até o folk em “Despise”, single que fora comentado antes aqui no blog e que é o ponto alto do EP.

Apesar de curto no quesito tempo, “Pistil Boy EP” é rico em sonoridade, por mostrar a destreza do artista em navegar em vários estilos diferentes, sem soar repetitivo ou cópia de alguém. Não é algo que irá mudar o mundo, mas é um bom cartão de visitas.

1. Pistil Boy
2. Ashamed
3. Cold Walls
4. Despise
5. Liquor Shop
6. Miles Away
7. Heading For Your Mind