Crônicas · Música

O acaso mora ao lado

(Texto que fiz para o blog da Immagine após um show do Dance of Days em Barreiras, Bahia, no dia 27 de agosto de 2016. Foi ao ar no dia 26 de outubro do mesmo ano. Link aqui.)

No dia 27 de agosto, fomos a Barreiras curtir o show de uma das mais bem-sucedidas bandas do underground brasileiro: a Dance of Days. Com 19 anos de estrada, eles eram aguardados com muita ansiedade e alegria pelos poucos fãs presentes no local do evento. Apesar do baixo público, o show foi como esperávamos: pesado, agitado e barulhento. É bom ressaltar que fotografar uma das bandas mais respeitadas da música independente brasileira foi uma realização muito grande, e abaixo seguem alguns dos registros.

deniseguilherme1

deniseguilherme2

deniseguilherme3

deniseguilherme4

Apesar de toda essa festa, o show não é o nosso assunto principal. Iremos falar sobre o acaso, o inesperado, e sobre como certas ocasiões podem marcar a nossa vida e ficarem guardadas em nossa memória. E, claro, com a ajuda da fotografia.

Enquanto aguardávamos na entrada, começamos a conversar com Thonny, um simpático segurança que estava na porta do local. Conversamos por um bom tempo, e todos os nossos assuntos envolviam música.

deniseguilherme6

Em certo momento, falávamos sobre a arrogância de certos artistas que, apesar de pouco tempo no ramo, já se comportam como deuses da música. Nesta hora, Thonny pegou seu celular e nos mostrou uma foto, dizendo: “Vocês conhecem esse cara aqui? Esse cara me disse ‘Thonny, traga amanhã uma foto da sua família, quero conhecê-la’”. O “cara” da foto era Paul McCartney.

A Great Honnor

Ficamos surpresos, sem reação. Em seguida, Thonny começou a nos contar a sua história, e ouvimos atentamente. Em 1988 (na época, era policial militar), ao ser visto conversando em inglês com um turista na Passarela do Samba, no Rio de Janeiro, foi convidado por um policial civil para trabalhar com segurança de estrangeiros. Sua empresa cobria eventos de grande porte, fato que o proporcionou a chance de trabalhar com artistas lendários, como Paul McCartney, Sting, Ozzy Osbourne, Kurt Cobain, entre outros. As fotos abaixo foram gentilmente cedidas pelo próprio Thonny, através do whatsapp.

deniseguilherme8

deniseguilherme9

deniseguilherme10

deniseguilherme11

Perguntamos a ele qual foi o momento mais marcante de sua carreira, e ele nos disse:

“Momento mais marcante fica difícil dizer qual, mas um bastante interessante foi dirigir para PAUL MCCARTNEY, e ele sentar no banco do carona e começar a conversar comigo, perguntando coisas de minha vida, tipo onde eu morava, se era casado, quantos filhos… E o mais interessante, se eu tinha foto dos meus filhos comigo, depois ele abriu sua carteira e me mostrou a de seus filhos. No dia seguinte, ele me cobrou a foto de minha família, mulher e filhos. E depois, no final do trabalho, quando ele já estava dentro do avião quase partindo, me chamou para tirarmos uma foto juntos, eu, ele e a família. Ele juntou todo o dinheiro brasileiro, de todos da equipe dele, e me deu dizendo que não era para pagar o meu trabalho, e sim para que eu comprasse presentes para meus filhos em nome dele.”

A frase acima foi enviada pelo Whatsapp especialmente para o blog, e por si só já nos deixou arrepiada. Porém, o ouvir falar sobre esse acontecimento no dia do show foi ainda mais emocionante, algo surreal. A maneira como ele detalhava as situações, e o nível de intimidade que ele adquiriu com Paul nos deixou totalmente surpresos. Foi gratificante ouvir e saber que um dos maiores artistas de todos os tempos era uma pessoa extremamente humilde e simpática.

E Thonny continuou a nos contar mais histórias. Cada nova foto que víamos nos causava uma explosão de sensações, como se não acreditássemos que aquilo estava mesmo acontecendo.

L 7

deniseguilherme13

deniseguilherme14

deniseguilherme15

Outro trecho da conversa que causou muita comoção foi quando Thonny contou sobre o seu trabalho com Kurt Cobain, ex-líder do Nirvana, quando a banda veio ao Brasil para dois shows. Ao explicar os detalhes, Thonny nos contou o quão simples era Kurt, e como a fama o incomodava. Certa vez, Kurt perguntou a Thonny: “Hey Thonny, por que eu faço tanto sucesso, se existem artistas muito melhores do que eu?” Ao ouvir essas palavras, todos que participavam da conversa não disfarçaram a emoção. Sem falar na parte onde Kurt resolveu pular de asa delta de pijamas e calças rasgadas, que gerou risadas de todos nós.

deniseguilherme16

Depois de um longo tempo de conversa, nos despedimos de Thonny e adentramos ao local do evento. Mas confesso que poderíamos passar o resto da noite toda ali ouvindo suas histórias. É incrível como um momento que parecia ser tão comum, como esperar na porta de uma casa de shows, pudesse se transformar em algo magnífico. Naquela noite Thonny e suas histórias deixaram as nossas vidas mais brilhantes. Muito obrigado, Thonny, por ter tornado aquele dia marcante e inesquecível. Novamente a fotografia esteve presente em um momento especial. Esperamos reencontrá-lo para ouvir mais histórias. Na nossa dança de cada dia, o acaso é quem se destaca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s